30 de out de 2011

Agora sim !

0 comentários
Boa tarde darlings !
Domingo a tarde, chuva... e enquanto eu estou aqui largada no meu sofá apenas esperando a triste segunda-feira chegar, vim contar uma coisa pra vocês.
Bom, todo mundo que me conhece antes e depois do casamento sabe que eu engordei. E muito =O
Sempre me disseram que todo mundo que casa engorda horrores, e eu dizia convicta:
"- Não....isso não vai acontecer comigo não... ".
Pois bem, aconteceu e eu fiquei do tamanho de uma porca,rs.
E eu, tenho uma facilidade enoorme para engordar, além de ser estremamente ansiosa, e descontar todas as emoções na comida, como porque tô triste, como porque tô feliz...E esses dias caiu a ficha da minha compulsividade. Meus Deus ! Como eu gosto de comer! Mesmo sem fome, eu como pelo prazer de comer... E sem limites! Isso é compulsividade. Mas estou disposta a dar um fim nisso!
A um tempo atrás eu começei a academia, que aliás, ADOREI, foi um achado... Não sei se já ouviram falar na Curves, mas é uma academia só de mulheres, nada de ter de dividir os aparelhos com homens suados e nojentos =D
Então, começei essa academia, mas no começo... não estava levando muito a sério, não fazia muito esforço para controlar minha alimentação, e por isso, não estava mudando nada.
Até que um belo dia, foram tirar minhas medidas na academia, como fazem todo mês para acompanhar nosso progresso, e eu ví que perdi 2 centímetros de barriga *o*
Ok, parece muito pouco, aliás, parece nada. Mas só o fato de ter visto algum RESULTADO, fiquei muito animada. Significava que estava funcionando de algum jeito, lentamente, mas estava. E mesmo eu comendo igual uma louca ainda.
E por isso, decidi levar a sério a dieta ( na verdade, reeducação alimentar), evitar faltar a academia, e controlar minha ansiedade e compulsão.
Isso por que eu ví que o pouco da academia que eu fiz, funcinou.
Aí eu pensei, no quanto somos impulsionados por resultados.
Se você começa algo, ou faz algo e não vê os frutos, naturalmente você desanima do que está fazendo. Isso no trabalho, na vida pessoal, no que quer que seja.
Mas quando você vê que começou a dar resultados, aí sim você quer seguir em frente, você tem o impulso pra isso.
É claro que tem pessoas super dispostas que continuam insistindo nas coisas, mesmo sem ver seu progresso. Mas a maior parte das pessoas é assim. Fazem tudo esperando resultados. E se não vêem esse resultado, não tem a motivação nescessário pra seguir em frente.
E como agora eu tenho essa motivação, logo logo poderei vestir minhas velhas calças jeans denovo, e conseguir respirar nelas =D

E sou do tipo que acha que as pessoas tem que se sentir bem com seu próprio corpo, sem ligar para estereotipos ou o que os outros impõe como padrão de beleza.
Mas infelizmente, as roupas mais legais que eu acho por aí, só servem em meninas mais magras. O mercado fashion é feito pra elas, aliás. Mas, mesmo que eu não fique magrinha, e nem é a minha meta, eu só quero voltar a entrar nas minhas roupas, e evitar um futuro cheio de colesterol e cheio de vergonha de usar biquini.

Bom, eu não vou transformar esse blog em um blog de dieta, só vim compartilhar com vocês minha nova meta,e dar um Oi ^^
E o que vocês acham disso tudo?

Boa semana para todo mundo, e claro, vai ser uma boa semana, afinal, temos um feriado no meio dela,hehe.

Beijos !

24 de out de 2011

Segunda-Feira: Dia de começar a dieta e voltar a postar no blog.

1 comentários
Ok Ok... mereço os olhares de reprovação por ter deixado esse blog juntar um pouco de poeira.
Mas realmente, minha vida simplesmente virou de cabeça pra baixo e o dia começou a ser pequeno demais pra pessoa pequena demais que eu sou.
nesse meio tempo, fui promovida ( Aeeee =D ) e virei escrava Isaura do Web Design ( ahh... =( ). Fora a faculdade e meus professores super queridos e seus trabalhos e projetos eternos... Aí entrei em um estado de nervos tamanho, que estava soltando raios mortais com os olhos. Não era um bom momento para voltar com o blog, eu acho.
Mas, agora está tudo bem, as coisas estão voltando ao normal, inclusive minha saúde mental.
E eu voltei com uma novidade...

Depois de muitoos, muitos anos, eu finalmente vou no show do Hanson!
Siim, eu vou honrar a adolescente que eu fui um dia! Que tinha 13 anos e era fã daqueles loirinhos que os garotos adoravam tirar sarro e chamar de mulherzinhas por causa do cabelo, mas sempre que eles estavam no Brasil, nunca pôde ir ao show. E agora ela cresceu, tem dinheiro ( Pra comprar os ingressos, ok) e agora mora na cidade onde eles virão... E eu seria uma pessoa muito ruim em não realizar o sonho da minha adolescente interior.
As vezes eu fico pensando... como seria, se eu voltasse no tempo, e encontrasse com a Paola de 13 anos, para dizer que ela iria conseguir um dia ir ao show deles, mesmo depois de tanto tempo?
Primeiro: A Paola de 13 anos ficaria frustrada por ver que ela continua gorda e não mudou nada, mas pelo menos deu um jeito naquele cabelo sem graça.
E segundo: acho que ela iria ficar muito, muito feliz. E não ia ligar que ela tivesse que ficar adulta para conseguir isso, o importante é que vai acontecer!
Na verdade, era o sonho da Dani também, e vamos realizar juntas. O Hanson fez parte da nossa história, desde quando nos conhecemos por causa deles, nos nossos 12, 13 anos...
Ela virá para SP para o show, e vem me visitar pela primeira vez desde que me mudei pra cá. Ai, tantos planos, tantos planos...
E será um dia Epic Win esse que vamos juntas ao show deles...
E outra coisa, sim, eu gostava do Hanson sim! E não tem nada de idiota nisso... Aproveitando para fazer outro desafabo:
O que tem me deixado muito, mas muito irritada ultimamente, é esse preconceito todo das pessoas.
Não falo de preconceito por religião, por cor, por raça, por opção sexual não...Existem outros tipos de preconceito, que as pessoas acham besteira, mas é preconceito sim!
Por que julgar uma pessoa pelo que ela ouve, pelo que ela veste, por gostos, ou preferências... Pra mim isso é preconceito.
Eu sei que eu também fui muiuto preconteituosa com , por exemplo, com pessoas que ouvem funk, axé, pagode... eu ODEIO esses tipos de música, mas eu tenho que aprender a não odiar as pessoas que ouvem isso. Ou tratá-las mal por isso. PS: Mas não vou ser hipócrita de dizer que as vezes não tenho vontade de lançar uma bomba nesses bailes funks...por que eu tenho, muita!.

Por que eu estou falando tudo isso:
Eu parei de contar para as pessoas que vou no show do Hanson, por que cansei de ver elas fazendo uma cara estranha, e cansei de ouvir: " Credo, hanson" com aquela cara de nojinho como se eu fosse uma contaminada por algum virus zumbi.
Eu vou no show do Hanson mesmo, e foda-se se você não gosta.
E gente... o som deles está tão maduro agora, não sei se é por que eu estou vendo eles mais como bons músicos, ao invés de ídolos.
E estou VICIADA nos novos albuns deles, o som é muito bom ! Mesmo! É uma mistura de Jazz com algum rítmo que ainda não identifiquei rs

E pra vocês entenderem do que estou falando, e talvez viciarem também... To colocando aqui um dos videos novos que eu mais gosto deles: Thinking 'Bout Something.

VEM GENTE!